Ibogaína para tratamento de dependentes de cocaína crack e opiaceos

Versão para impressãoVersão para impressão

 

O tratamento da dependência química é complexo e difícil.
Exige um enorme esforço por parte do dependente químico e da sua família. Como as opções públicas de tratamento da dependência química são lamentáveis, quase sempre é preciso pagar por internações em clínicas especializadas e não raro todo o tratamento pode custar mais de R$ 20.000,00, incluindo remédios, internações, etc… De vez em quando “novas” descobertas no tratamento da dependência química prometem revolucionar a forma como isso é feito. A Iboga é uma dessas esperanças, uma planta de cuja casca da raiz pode ser obtida a ibogaína.

A iboga é um arbusto com uma raiz subterrânea que chega a atingir 1,50m de altura e é composto de várias espécies. A que mais tem interessado no tratamento da dependência química é Tabernanthe iboga, encontrada nos Camarões, Gabão, República Central Africana, Congo, República Democrática do Congo, Angola e Guiné Equatorial. Algumas espécies animais, entre as quais os mandris e os javalis, alimentam-se das raízes da iboga para conseguir efeitos entorpecentes. Imagina-se que os pigmeus descobriram a eboka (iboga) observando o comportamento desses animais. Até hoje, estas populações utilizam a iboga em seus ritos.

Em 1901, a ibogaína foi isolada pela primeira vez. Há notícia de que ela teria sido usada no Ocidente desde o início do século XX, no tratamento de gripe, neurastenia, doenças infecciosas e relacionadas ao sono.

Iboga, uma nova esperança para o tratamento da dependência químicaEm 1962, Howard Lotsof, um jovem dependente químico de heroína, acabou descobrindo, por acaso, a iboga na África. Após uma viagem astral de 36 horas, relatou que perdeu o desejo de consumir heroína por completo. Em 1983, Lostsof relatou as propriedades antiaditivas da ibogaína e em 1985 obteve quatro patentes nos EUA para o tratamento de dependências de ópio, cocaína, anfetamina, etanol e nicotina. Fundou o International Coalition for Addicts Self Help e desenvolveu o método Endabuse, uma farmacoterapia experimental que faz uso da ibogaíne HCl, a forma solúvel da ibogaína. Através da administração de uma única dose, cujo efeito dura dois dias, haveria uma atenuação severa dos sintomas de abstinência e uma perda do desejo de consumir drogas por um período mais ou menos longo de tempo.

O número de tratamento de dependentes químicos com a ibogaína está crescendo tanto que vem provocando escassez da planta que ainda é produzida de maneira artesanal.

A ibogaína, cuja denominação química é 12-metoxibogamina, é uma forte droga alucinógena que age no combate à dependência química, por incrível que isso possa aparecer. Seus efeitos ainda estão sendo estudados, mas pesquisas feitas em humanos e animais indicam que a droga age em dois sentidos, por um lado ela age na química cerebral, estimulando a produção da proteínao GDNF, que promove a regeneração do tecido nervoso e estimula a criação de conexões neuronais. Isso permitiria que áreas do cérebro relacionadas com a dependência fossem reparadas e estimularia a produção de neurotransmissores responsáveis pela produção do prazer, a serotonina e a dopamina. São essas substâncias que podem explicar o desaparecimento da fissura pela droga relatados por dependentes logo após saída de uma sessão.

Estudos preliminares também parecem mostrar que a ibogaína pode ajudar no tratamento do alcoolismo. Durante a pesquisa, ratos e camundongos foram induzidos ao consumo de álcool em doses diárias até habituarem-se à bebida. Os testes com Ibogaína demonstraram uma queda efetiva no consumo de álcool pelos roedores, diretamente relacionado ao aumento da produção de uma proteína pelo cérebro, o GDNF.

Os tratamentos com ibogaína não são autorizados nos Estados Unidos, Reino Unido, França ou Suíça. Mesmo assim, têm sido adotados clandestinamente. No Panamá, a instituição liderada por Lotsof cobra 15 mil dólares; na Itália, o custo é de 2.500 dólares, e, nos EUA, o tratamento varia entre 500 e 2.500 dólares. Em Israel, a iboga está sendo pesquisada para uso no tratamento da síndrome de pós-guerra que afeta os soldados.

No entanto, antes de achar que a ibogaína pode fazer o tratamento da dependência química uma série de estudos terão de ser feitos e não é atoa que ela não é liberada nos Estados Unidos, Reino Unido, França ou Suíça. No momento enquanto tais estudos não estão concluídos o mais seguro e único caminho para o tratamento da dependência química passa, obrigatoriamente, por consultar um psiquiatra especializado.

Fonte: jardimdeflores.com.br

 

For additional information, comparative dose and strength tables from the chapter by James and Renate Fernandez found in Vol. 56 of The Alkaloids series published by Academic Press (2001) are shown below.

 

Alper et al.
Ibogaine dose to facilitate personal growth and change: 10 mg/kg
Ibogaine single dose in self-help network for addiction interruption: 20 mg/kg
Animal studies for neurotoxicity:
Alternate daily dose ibogaine over 60 days [no toxicity]: 10 mg/kg
Ibogaine dose associated with no evidence of toxicity [but decrease in drug self administration: 40 mg/kg
Ibogaine dose associated with cerebellar damage: 100 mg/kg
Lotsof
(personal communication in preparation for ibogaine conference)
Ibogaine dose causing modest psychoactivity with euphoria, altered perception of time: 90-120 mg
Amount of ibogaine ingested by adept that would allow remaining centered enough to assist in initiation ritual: 200 to 300 mg
Ratio of fresh root scraping to dry root bark: 15/1 15 / 1
Proportion of iboga alkaloids in dry root bark (50% ibogaine): 2 to 3%
Rounded teaspoon of root bark: 3 to 4 g
Amount iboga alkaloids in rounded teaspoon per above calculations: 60 to 120 mg
Fernandez
Pick-up dose , iboga alkaloid content of 1 rounded teaspoon of dry root bark: 60 to 120 mg
Large dose for initiation into Bwiti, gradual intake of fresh root scrapings, maximal dose observed: 1000 g [one kilo]
Dose recalculated as dry scraping [1000/15]: 67 g 67 g
Content of iboga alkaloids of the above quantity of root scraping, assuming an average 2.5% iboga alkaloid content: 1.675 g
Total maximal Bwiti iboga alkaloid dose calculated per kilo of body weighty in small initiate weighing 50 kilos [hence a high estimate]: 33.5 mg/kg

 

Comentários

No Avatar
visitante (não verificado) on sex, 03/25/2011 - 17:04

meu filho esta com sindrome de abstinencia tardia ,esta miuto mal esta tomando anti depressivo,mas nao esta nada bem .ja teve crise de convulsao ,foi levado ,para o hospital.mas ainda nao esta nada bem,me ajudem o k devo fazer ,estou com muito medo ,sera k preciso interna-lo numa clinica?esta em tratamento  pois  seu uso é de cocaina..sem mais eu agradeço.

No Avatar
Paula (não verificado) on sex, 04/01/2011 - 17:44

Boa tarde!

Gostaria de saber se alguém poderia me indicar onde tem tratamento com ibogaina no Brasil, de preferência em São Paulo.

Meu e-mail é paula.castris@gmail.com

Muito obrigada

 

 

No Avatar
daylson pereira (não verificado) on qua, 08/31/2011 - 22:30

eu gostaria q minha namorada se levraci do vicio da cocaina so q nao sei como  nao tenho dinheiro pra leva ela pra fazer tratamento tem mutios amigosa dela q usam essa droga so q ela gosta de anda com eles ja nao sei o q eu posso faze :.vo agradeser se vcs mim ajudarem brigado

No Avatar
Visitante (não verificado) on qua, 01/18/2012 - 01:59
oi olha aqui: tabernantheiboga@yahoo.com.br ibogainaeutomei.blogspot.com.br

No Avatar
LEOMIR GONÇALVES (não verificado) on qua, 07/24/2013 - 15:01
SERÁ QUE VC CONSEGUIU ONDE ENCONTRAR A IBOGAÍNA AQUI NO BRASIL, POR FAVOR ME INDIQUE, POIS ESTOU PRECISANDO DESSE REMÉDIO PARAS A MINHA NAMORADA QUE É VICIADA EM CRACK. AGUARDO RESPOSTAS.

No Avatar
clarice (não verificado) on ter, 07/30/2013 - 11:07
Caso queira entre em contato com o pessoal do IBTA. ibtaina.com.br ele irão te ajudar!

No Avatar
TATIANA NUNES (não verificado) on ter, 06/28/2011 - 11:42

JA CONVIVO COM ISSO JÁ FAZ ALGUNS ANOS,Ñ SEI O QUE POSSO FAZER PARA AJUDAR O MEU ESPOSO???TEVE UM TEMPO QUE ELE FICOU SEM USAR DROGA(COCAÍNA)MAIS FOI POUCO TEMPO.MUDAMOS DE CIDADE PARA ELE SE AFASTAR DAS MÁ COPANIA,ADIANTOU POR ALGUM TEMPO,MAIS COMEÇOU TUDO DE NOVO E COM AS MESMAS PESSOAS,SEMPRE QUANDO ELE QUER USAR ELE VOLTA PARA NOSSA CIDADE NATAL,QUANDO Ñ TINHAMOS CARRO ERA DE 15EM15 DIAS AGORA TEMOS UM CARRO ESTÁ SENDO TODA SEMANA ELE FICAVA FORA SÓ DOIS TRÊS DIAS NO MAXIMO AGORA ELE ESTÁ FICANDO PRATICAMENTE A SEMANA TODA.AGORA EU Ñ ACREDITO QUE ELE FAÇA SÓ USO DE COCAINA......A MÃE DELE FICA ME CULPANDO,Ñ ESTOU AGUENTANDO MAIS!!!!ESTOU ATÉ PENSANDO EM ME SEPARAR DELE,PARA Ñ LEVAR CULPA TODAS AS VEZES QUE ACONTECER ISSO,TEM CIDO MUITO DIFICÍL PARA MIM SEI QUE PARA ELA TAMBÉM!!!!MAIS EU Ñ TENHO CULPA DE NADA!!!!ELE FALA QUE VAI PROCURAR AJUDA SEMPRE E NUNCA PROCURA ESTOU CANSADA DE PROMESSAS QUE ELE SOZINHO Ñ PODE CUMPRIR.PROCUREI AJUDA GRATUITA NA CIDADE ONDE MORAMOS E Ñ CONSEGUI!!!!!ME AJUDEM PELO AMOR DE DEUS!!!Ñ QUERO QUE MINHA FAMILIA SEJA DESTRUIDA PELAS DROGAS!!!!SEMPRE PEDI UM FILHO AO SENHOR JESUS,MAIS HOJE DOU GRAÇAS AELE POR Ñ TER ME CONSEDIDO ESSA BENÇÃO DE SER MÃE É MAIS UM SONHO ADIADO PORCAUSA DA MALDITA DROGA!!!!!

No Avatar
Sadracz Lima (não verificado) on sex, 08/19/2011 - 04:42

Olá Tatiana,que Deus nos dê força dia após dia. Tenho 32 anos e também sou dependente químico igual ao seu marido. Pelo seu depoimento pude perceber e posso lhe afirmar que está um pouco menos doente que ele,pois você ainda tem muita esperança, e isso é a única coisa que lhe resta e peça á Deus que conserve isso,pois vai precisar. Existe uma irmandade que se denomina N.A.(narcórticos anônimos) que possui uma sub-divisão chamada nar-anon,que é focada para pessoas que convivem com a pessoa que usa drogas: pais,esposas,filhos,trabalho,etc. E lhe digo com certeza que essa irmandade irá lhe ajudar e orientar muito sobre como lidar com essa situação,pois passam pelo mesmo problema. Dê uma chance a si mesma. Digo por mim; quando eu começava:" um(a) era pouco,e mil não bastavam". Chegava uma hora que eu não me suportava usando drogas e nem sem usar,mas isso era problema meu;ou parava,ou morria de tanto usar.Demorou muito tempo e muitas internações(6)  pra eu poder cair na real e dar uma chance pelo menos a mim mesmo. Terrível foi aceitar e compreender que tenho uma doença incurável(DEPENDÊNCIA QUÍMICA),e é difícil,muito difícil a cada dia que se passa.  Isso só começou acontecer no tempo certo de Deus. Se você ama seu marido,que eu sei que ama,saiba que não é a única que passa por isso. Faça uma oração(pedido,preçe,reza,etc),seja qual for sua religião;peça orientação,paciência,direção e tudo o que mais precisar para lidar com isso...      Deus lhe abençoe!!!

No Avatar
mauricio (não verificado) on qua, 09/05/2012 - 22:18
Bom eu tinha o mesmo problema que seu esposo ficava alguns dias sem uso e depois recaia novamente , e pior vendia tudo que tinha dentro de casa após varios internamentos,e para alivio de minha familia meu pai descobriu a IBOGAINA uma substancia capaz de curar a dependecia quimica e reconstruir o CORTEX PRÉ FRONTAL a parte do nosso Cérebro que a droga destrói,fui tentar, pois qualquer coisa que pudesse me ajudar era valido ,assim apos ingerir a iboga,comecei a enxergar as coisas por um angulo diferente,pensar mais no lado negativo da droga coisa que antes nao faria pois quando vinha  a vontade eu so pensava no prazer proporcionado por ela ,meu poder de decisao voltou praticamente ao normal assim como meu censo critico,recomendo ao seu marido o uso da ibogaina pois isso pode ajuda-lo a sair do fundo do poço assim como me ajudou.

No Avatar
Visitante (não verificado) on ter, 10/02/2012 - 03:09
Como posso achar ibogaina?
Meu filho unico ta viciado em cocaína,estou desesperada,onde posso comprar?

No Avatar
daylson pereira (não verificado) on qua, 08/31/2011 - 22:36

mais uma coisa como e q eu posso da essa ibogaina pra minha namorada se ela nao quere tomas qual a forma certa de toma >>

No Avatar
Evandra Cesa (não verificado) on ter, 06/19/2012 - 13:07
Vi o relato sobre esse tratamento e gostaria de saber onde posso procurar por ele. obrigada.

No Avatar
Visitante (não verificado) on qua, 11/28/2012 - 18:57
Gostaria de saber se você conseguiu aonde comprar o Ibogaina, por que eu preciso muito para o meu irmão.

No Avatar
Visitante (não verificado) on sex, 12/14/2012 - 12:57


Gostaria de saber onde posso comprar. Não é para mim, é para enviar para França. Será que lá a pessoa não consegue encontrar ?

 

No Avatar
Daniel on sex, 12/14/2012 - 15:01

Eu não usei ibogaína. Apenas sei que existe muita pressão pro negócio não ser propagado. Tem muita industria farmacêutica que vai ter prejuízos GIGANTESCOS se algum governo tiver peito para fornecer como medicação, embora não seja proibido é escondido.

Foi provado cientificamente que a ibogaína mostrou "eficácia preliminar para a desintoxicação de opiáceos e estabilização de curto prazo de dependentes de drogas, pessoas que se preparam para entrar em tratamento do abuso de substâncias" 'http://www.ibogaine.co.uk/mash.htm'

POREM:

  1. A substância é um alucinógeno, não se encontra facilmente. Não é igual subir o morro pegar o pó e ir pro abraço.
  2. Até onde eu sei, todos estudos/tratamentos foram realizados em ambiente 'controlado'. Isso significa que existem protocolos ou um mapa a ser seguido. 


Como você pode ver em http://www.ibogaine.co.uk/mash.htm "a ibogaína diminuiu significativamente o desejo/craving de cocaína e heroína durante a desintoxicação hospitalar.

O autor diz "DURANTE A DESINTOXICAÇÃO HOSPITALAR": Suponho que o autor se refere a um ambiente protegido e uma equipe de profissionais CAPACITADOS, encarregada de monitorar o paciente (no mínimo uns três PhD do Departamento de Psiquiatria e Genética Humana).

Diria que não existe uma fórmula ou mágica para tratamento da dependência química, varinhas de condão só existe em conto de fadas. Usar um químico para curar a dor do momento e não promover outras mudanças seria como você subir o morro para cumprimentar velhos conhecidos.


http://azarius.pt/encyclopedia/29/Iboga_na/
http://azarius.pt/smartshop/growing/seeds-of-the-gods/voacanga_africana/


No Avatar
mauricio (não verificado) on qua, 09/05/2012 - 22:20
Bom eu tinha o mesmo problema que seu esposo ficava alguns dias sem uso e depois recaia novamente , e pior vendia tudo que tinha dentro de casa após varios internamentos,e para alivio de minha familia meu pai descobriu a IBOGAINA uma substancia capaz de curar a dependecia quimica e reconstruir o CORTEX PRÉ FRONTAL a parte do nosso Cérebro que a droga destrói,fui tentar, pois qualquer coisa que pudesse me ajudar era valido ,assim apos ingerir a iboga,comecei a enxergar as coisas por um angulo diferente,pensar mais no lado negativo da droga coisa que antes nao faria pois quando vinha  a vontade eu so pensava no prazer proporcionado por ela ,meu poder de decisao voltou praticamente ao normal assim como meu censo critico,recomendo ao seu marido o uso da ibogaina pois isso pode ajuda-lo a sair do fundo do poço assim como me ajudou.

No Avatar
Alda (não verificado) on sex, 12/14/2012 - 09:43
Olá Evandra!

Espero que estejas cada vez malhor!

Lí o seu comentário e gostaria de contata-la diretamente. Busco tratamento para minha filha. Você poderia ajudar-me com sua experiência com a Ibogaína?

Desde já te agradeço imensamente.

Podes escrever para rpmm@terra.com.br

Grata, Alda

No Avatar
Vitor Martins (não verificado) on sab, 09/15/2012 - 09:39
onde posso comprar ibogaina e seu preço

No Avatar
Marcus vinicius... (não verificado) on seg, 11/26/2012 - 16:14

No Avatar
ibta (não verificado) on seg, 01/28/2013 - 09:19
A CURA PARA A DEPENDENCIA DAS DROGAS! Com 90% de chance de cura a ibogaina é de longe, o tratamento mais eficaz contra a dependência química que se tem noticia em toda a historia da humanidade. menor preço do Brasil só aqui. www.ibtaibogaina.com.br 18-37451125

No Avatar
Adriano Paes Leme (não verificado) on sex, 02/01/2013 - 17:34
Olá, meu nome é Adriano tenho 16 anos, sou viciado em cocaina, ja fui internado em clinicas de recuperação por 3 vezes e sempre recaia após 1, ou 2 dias no termino da internação e encontrei a salvação da minha vida neste tratamento e algumas semanas atras eu tomei a IBOGAINA, na cidade de Paulinia no Instituto Brasileiro de Terapia Alternativa (IBTA), bom sei que meu comentario pode não mudar a opnião dos que comentaram acima, mas o tratamento realmente funciona e é uma cura para a dependencia quimica, a ibogaina elima pelo menos até 80% da sua dependencia quimica, e os outros 20% vai da boa vontade do paciente querer a recuperação ou não, durante o meu tratamento com ibogaina encontrei algumas pessoas que fizeram o tratamente em curitiba e disseram a mesma coisa que esses comentarios acima estão dizendo, que é uma enganação que o tratamento de curitiba custa muito caro, e só toma o dinheiro e não adianta de nada, na verdade eles te dão apenas uma aplicação e dizem que seu problema está resolvido , isso não é verdade, no IBTA o tratamento é de 5 dias e você precisa estar no minimo a quatro dias limpo para fazer o tratamento, são 5 sessões que podem durar de 1 a 6 horas de acordo com os teste bio energeticos feitos pelo médico que acompanha o tratamento, bom para mim foi uma experiencia fora do comum, após a primeira aplicação ja perdi completamente a vontade de fumar, se algum de vocês estiverem interessados no tratamento pode procurar o ibta, http://www.ibtaina.com.br/ ou http://ibtasaude.blogspot.com.br/ nesses dois sites do instituto vocês poderam se informar melhor a respeito desse método de tratamento, o tratamento tem 80% de resultados positivos e os outros 20% voltaram ao uso, porque acharam que estavam curados pro vicio e poderiam usar drogas como recreação mais uma vez pensando em controlar, mas como nós somos Adictos ja temos a pré disposição a dependencia quimica, tomei 1.600 ml de ibogaina no quarto dia e digo a vocês que estou pasmo até agora e não consigo explicar certamente que viagem foi esta, mas que foi otimo para mim poder ver quem eu realmente estava sendo por dentro, o que estava fazendo e como estava agindo com pessoas que estão ao meu redor querendo me ajudar, o tratamento no ibta tem o valor de R$ 7,000 reais quem estiver interessado e quiser conversar comigo ou com algum familia, peço que entre em contato atravez do meu facebook " ADRIANO PAES LEME " pois estou interessado em ajudar as pessoas assim como um dia fui ajudado, bom até mais a todos os leitores qualquer duvida sabem onde me procurar, mande-me emails com duvidas adrianopaesleme.ibogaina@live.com , até mais !

No Avatar
Dioogo (não verificado) on qua, 09/25/2013 - 17:02
Diogo Nascimento Busse, 28 anos, era usuário de drogas. Du­­rante 13 anos, a vida dele foi semelhante à de outros usuários: mesmo estudando e trabalhando normalmente, passava dias fora de casa e chegou a sofrer alguns acidentes. Tentou inúmeros tratamentos psiquiátricos, psicológicos, medicamentos e internações. Nada deu resultado. Sem saída, mas com esperança de largar a dependência, há dois anos e meio, a curiosidade empurrou Busse para uma substância pouco conhecida no Brasil: a ibogaína. Substância extraída da raiz da iboga, arbusto encontrado em países africanos, a ibogaína é usada para fins terapêuticos no país há dez anos, por uma única clínica, com sede em Curitiba. Dra. Cleuza Canan Nesse período, 130 usuários de drogas usaram o medicamento, Diogo foi um deles. Há dois anos e meio livre do crack, o advogado e professor universitário conta como foi a experiência. “Foi um renascimento. Foi uma viagem espiritual, de autoconhecimento, expandiu meus horizontes. É inexplicável. Hoje eu analiso o passado e não tenho lembranças positivas daquele tempo”, diz. De acordo com o médico gastroenterologista da clínica Bruno Daniel Rasmussen Chaves, a ibogaína produz uma grande quantidade do hormônio GDNF, que estimula a criação de conexões neuronais, o que ajuda o paciente a perder a vontade de usar drogas. A ibogaína, segundo ele, também produz serotonina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pelas sensações de prazer. A droga é processada na Inglaterra e vendida em forma de cápsulas. O preço de uma unidade, quantidade suficiente para o tratamento, gira em torno de R$ 5 mil. “Não existe comprovação científica” Atualmente, a ibogaína é usada em países como Nova Zelândia e Holanda. Nos Estados Unidos ela serve apenas para fins acadêmicos. Leia a matéria completa As imagens que as pessoas enxergam enquanto estão sob o efeito da droga, segundo o médico, são sonhos. “Não se trata de alucinações, a ibogaína não é alucinógena. É como sonhar de olhos abertos, só que durante muito tempo. Durante o sono temos apenas cinco minutos de sonhos a cada duas horas. Com a ibogaína são 12 horas”, explica Chaves. Não é um milagre Mesmo que os resultados sejam animadores – a taxa de recaída entre os usuários da ibogaína gira em torno de 15%, enquanto nos tratamentos convencionais varia entre 60% e 70% – a substância não é um milagre e nem faz tudo sozinha. De acordo com a psicóloga Cleuza Canan, que há mais de 30 anos trabalha com dependência química, os pacientes passam por três fases. “Avaliamos clinicamente e psiquicamente o paciente. Existe uma fase de desintoxicação. São necessários 60 dias de abstinência para o paciente ir para a ibogaína. Depois que ele toma, começa uma fase que consiste na reorganização e readaptação, com terapia individual e de grupo”, afirma. A reportagem Gazeta do Povo conversou com ex-usuários de drogas que recorreram à ibogaína. Eles foram unânimes em afirmar que, depois de tomar a substância, nunca mais tiveram vontade de se drogar. “Eu nunca mais tive vontade. Aquela fissura desapareceu. A droga é apenas uma lembrança, nada mais que isso”, diz um paciente que não quis se identificar. Segundo Cleuza, a recaída só é possível se o paciente mantiver os mesmos hábitos. “Se ele frenquentar os mesmos lugares, conviver com os mesmos amigos, achar que está imune”, explica.

No Avatar
Dioogo (não verificado) on sex, 09/27/2013 - 09:22
Substância natural é usada para curar dependência química em clínica de Curitiba Em Curitiba, uma clínica que trata dependentes químicos utiliza com sucesso uma substância extraída da raiz de uma planta africana, chamada ibogaína. A substância não é regulamentada pela Anvisa. Porém, ex-usuários de crack que já haviam se submetido a diversas internações e tratamentos psiquiátricos, sem obter sucesso, relatam que conseguiram largar a droga após o tratamento oferecido pela clínica. Com isso, nasce uma nova esperança para tratar a dependência química por meio de um tratamento pouco divulgado. A substância em questão é extraída da raiz da iboga e o arbusto é proveniente de países do continente africano. Já faz dez anos que a ibogaína é utilizada para fins terapêuticos em Curitiba. Nesse período, 130 usuários de drogas utilizaram essa substância. Eles contam que a experiência com a ibogaína foi incrível. Segundo especialistas, a ibogaína produz uma enorme quantidade de um hormônio que estimula a criação de novas conexões neuronais, ajudando o paciente a perder a vontade de usar drogas. A substância também ajudaria na produção dos neurotransmissores serotonina e dopamina, que são responsáveis pelas sensações de prazer. A ibogaína não é uma substância alucinógena. Um médico explica que o efeito seria parecido com o de “sonhar de olhos abertos”. Na Inglaterra, a ibogaína é produzida e vendida na forma de cápsulas. O preço de cada unidade em quantidade suficiente para o tratamento gira em torno de R$ 5 mil. Os resultados da ibogaína no tratamento da dependência química são animadores, já que a taxa de recaída entre os pacientes tratados com a substância ficou em torno de 15%. Nos tratamentos convencionais, essa taxa varia de 60% a 70%. Para o paciente iniciar o tratamento com a substância, é preciso que ele passe por uma fase de desintoxicação e abstinência. A segunda fase do tratamento consiste em reorganização e readaptação, através da terapia individual e da terapia em grupo. Por: AgComunicado http://www.onlinefarma.com.br/noticia/substancia-natural-e-usada-para-curar-dependencia-quimica-em-clinica-de-curitiba

No Avatar
Mari (não verificado) on ter, 11/05/2013 - 14:02
Tenho meu irmão que sofre com dependencia de cocaina, a mais de 18 anos , faz tratamento com o neurologista Dr Marcos Correa Sandamann em Curitiba. Gostaria de saber se tem uma clinica de confiança aqui em Curitiba para fazer a sessão de Ibogaína. Aguardo anciosa sua resposta marileide

No Avatar
Paulo (não verificado) on qui, 12/05/2013 - 16:51
O importante antes de mais nada é certificar-se da origem da substância e do tempo de tratamento. A Ibogaína não é cura, mas sim uma ferramenta importante no auxílio e manutenção da abstinência e sobriedade na recuperação. A instituição precisa apresentar a NF de importação da medicação que certifica o grau de pureza processado em laboratório farmacêutico. Atualmente existem somente 2 laboratórios no mundo que processam a substância e (1 na Inglaterra e 1 no Canadá). O tratamento é muito sério e precisa ser acompanhado por um médico responsável. Posso afirmar que o tratamento em Curitiba com a Drª Cleuza segue um protocolo rigorosíssimo para obtenção do melhor resultado. Tenho 43 anos e a 32 meses estou vivendo em sobriedade por conta do profissionalismo e ética apresentados pela equipe da Drª Cleuza e seu protocolo de tratamento.... Só por hoje... Abs!!
 

Menu Principal

"Uma concepção errada que prevalece tanto na profissão médica como no público leigo é que o tratamento da dependência química invariavelmente fracassa.  ...já é ponto pacífico que o melhor tratamento é uma combinação de terapias medicamentosas e psicossociais, aplicadas as duas em doses otimizadas" Veja + em: Abstinência e dependência quimica....

Interdição Judicial

Interdição Judicial

A interdição (total ou parcial) é um processo judicial onde uma pessoa é declarada incapaz. É nomeado um curador que irá agir em nome do curatelado, o curador também se responsabilizará por TODOS OS ATOS do curatelado.

Para garantir que o curatelado não seja prejudicado um juiz deveria reavaliar, em intervalos de 2 a 4 anos, a permanência das circunstâncias que levaram à interdição. Continuar lendo...

Última enquete:

Quando existe uso abusivo de alcool ou outras drogas, Além do dependente, outros membros da família devem ser tratados?

Alcool & Drogas - Comentarios

Um site CSS: Visite o site CSS do Maujor


eXTReMe Tracker

Araraquara Comercial


Cafeína, distúrbios do sono e o desequilíbrio hormonal.
Cafeina e disturbios do sono

Thomas Edison inventou a lâmpada para que as pessoas pudessem trabalhar à noite, Continue lendo.




Nossa vida é como um quebra-cabeça enorme
Erros e acertos na vida

Não há erros.

Cada experiência que vivenciamos, quer você interprete como boa ou ruim, é parte desse quebra-cabeça e, Continue lendo.

tratamento-internacao-dependencia