Interdição Judicial

A interdição ou curatela é uma medida de amparo criada pela legislação civil; um processo judicial por meio do qual a pessoa é declarada civilmente incapaz, total ou parcialmente, para a prática dos atos da vida civil, tais como: vender, comprar, testar, casar, votar, assinar contratos, etc. Para tanto, essa pessoa declarada civilmente incapaz, deve ser representada ou assistida por uma outra pessoa civilmente capaz, denominada curador.
Drogas: 

Filhos adolescentes e as dificuldades que os pais enfrentam. Quem precisa de ajuda?

"... Ainda somos como nossos pais..." Eles foram nossos professores!

"Ultimamente tenho-me sentido inútil como pai...", disse-me um amigo que tem problemas com o filho adolescente. "... Mas resolvi conversar com um profissional especializado no assunto num centro de saúde e senti-me realmente melhor".

Drogas: 

Quais os efeitos imediatos (agudos) do uso da cocaína?

O consumo intranasal de cocaína produz seus efeitos entre 1 e 2 minutos após o uso, tendo duração de 30 minutos, em média. Tanto o uso endovenoso como o fumado produzem efeitos quase imediatos, porém estes se dissipam mais rapidamente (até 10 minutos), muitas vezes obrigando o indivíduo a voltar a utilizar a droga após 5 minutos. Os metabólitos (produtos ou "restos" do uso da substância ativa) podem ser detectados alguns minutos após poucas aspirações (ou injeção), permanecendo por até três dias.

Drogas: 

Tratamento para indivíduos com abuso ou dependência de cocaína e crack

A dependência de cocaína é um transtorno passível de tratamento, ao contrário do que muitas pessoas pensam. Porém é certo que nenhum modelo de tratamento pode ser considerado eficaz para todos os pacientes. Indivíduos que desenvolvem Dependência de cocaína possuem diferentes características e necessidades. Estudos apontam uma boa relação custo-benefício do tratamento; o resultado mais comum dos diversos tratamentos é a redução do consumo nos anos posteriores, bem como a diminuição das atividades ilegais e do comportamentos criminal do dependente.

Drogas: 

A personalidade do usuário de drogas

Vamos falar da personalidade do usuário de drogas. Esse é um tema complexo demais, porque não existe uma personalidade ou um modelo psicopatológico dos usuários de drogas.

Qualquer tipo de psicopatologia pode fazer uma evolução às drogas. isso nos coloca num panorama muito amplo, mas existe uma que tem predomínio na tendência ao uso das drogas, a patologia da depressão.

Drogas: 

Ibogaína para tratamento de dependentes de cocaína crack e opiaceos

O tratamento da dependência química é complexo e difícil. Exige um enorme esforço por parte do dependente químico e da sua família. Como as opções públicas de tratamento da dependência química são lamentáveis, quase sempre é preciso pagar por internações em clínicas especializadas e não raro todo o tratamento pode custar mais de R$ 20.000,00, incluindo remédios, internações, etc… De vez em quando “novas” descobertas no tratamento da dependência química prometem revolucionar a forma como isso é feito. A Iboga é uma dessas esperanças, uma planta de cuja casca da raiz pode ser obtida a ibogaína.
Drogas: 

Internação involuntária

O tema (espinhoso) que aqui ora se aborda refere-se a um procedimento médico (a internação psiquiátrica) ensejado contra a vontade daquele a quem pretende beneficiar, o paciente. Já a finalidade e motivação que me levam a escrevê-lo, assestam-se em duas dimensões contextuais: a dimensão que concerne às leis, resoluções, portarias, diretrizes e quaisquer outras normas, ou instruções, elaboradas nos últimos anos por organismos oficiais devida e legalmente constituídos no Brasil; e a dimensão de legitimidade das mesmas, balizada, necessariamente, por referências a um só tempo técnico-científicas e éticas.
Drogas: 

Grupos de mutua ajuda e a (re) construção da subjetividade

Nas últimas décadas um fenômeno novo vem chamando atenção pelo ritmo com que se propaga na sociedade brasileira. Trata-se dos Grupos de Mútua Ajuda; agrupamentos em que se reúnem pessoas de diferentes idades e classes sociais em busca de apoio mútuo para superar vícios ou comportamentos compulsivos que as levaram a uma vida destrutiva e, na maioria das vezes, a um contexto de exclusão social.
Drogas: 

A escalada: do ritual de passagem ao uso recreacional e a dependência drogas

Droga psicoativa ou substância psicotrópica é a substância química que age principalmente no sistema nervoso central, onde altera a função cerebral e temporariamente muda a percepção, o humor, o comportamento e a consciência. Essa alteração pode ser requerida para fim recreacional (alteração proposital da consciência), rituais ou espirituais (uso enteógeno ou enteogénico, Daime, DMT, etc.), científicos (funcionamento da mente) ou médico-farmacológico (como medicação).

A progressão do uso de substância é vista como um aumento no consumo ou aumento dos problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

Freqüentemente, imperceptível para o usuário, a substância psicoativa assume um papel cada vez mais importante, tendo como conseqüência o aumento de problemas decorrentes do uso da substancia.

Drogas: 

O sucesso do mercado da cerveja no Brasil e os prejuízos do Sistema de Saúde (público e privado)

A primeira década do século XXI termina registrando o enorme sucesso comercial do ramo da indústria das cervejas no Brasil, apesar da crise econômica mundial (talvez, um pouco por esta influenciada). "Nunca neste país se vendeu (e se bebeu, naturalmente) tanta cerveja como agora". Pode-se estimar que a produção de cerveja no Brasil dobrou nos últimos dez anos, acompanhando a curva de crescimento do consumo da década anterior que já mostrava um crescimento ano a ano. Segundo noticiários recentes publicados no O Globo e na Revista Investmais, a holandesa Heineken acabou de comprar a Femsa (Kaiser, Bavária e Sol), por US$ 7,3 bilhões (7% do mercado nacional). No Brasil a empresa AmBev é líder do mercado com 70,0% dos negócios das cervejas e assim como na Argentina (70%), sendo que no Uruguai, na Bolívia e no Paraguai, segundo estas notícias, responde por 90% (!).
Drogas: 

Carta aberta a minha família

Sou um usuário de drogas. Preciso de ajuda. Não resolvam meus problemas por mim. Isto somente me faz perder o respeito por vocês. Não censurem, não façam sermões, não repreendam, não culpem ou discutam, esteja eu drogado ou sóbrio. Isto pode fazer vocês se sentirem melhor, mas só vai piorar a situação. Não aceitem minhas promessas. A natureza da minha doença me impede de cumpri-las, mesmo que naquele momento tencione fazê-las. As promessas são meu único meio de adiar a dor. E não permitam mudanças de acordos. Se um acordo foi feito, mantenham-se firme nele.

A prevenção ao abuso de drogas em uma abordagem interdisciplinar

A demanda por um projeto que levasse informações sobre drogas e que, a partir delas, pudesse ter uma abordagem preventiva junto aos alunos do 1° ano do Ensino Médio surgiu da comunidade escolar, especialmente dos pais dos alunos. Acreditamos que muitos destes se sentem despreparados para discutir com seus filhos temas especialmente vinculados às vivências juvenis e que abarcam questões de saúde, sexualidade e comportamentos de risco. É de se pensar que o trabalho escolar poderia colaborar na reflexão sobre estes temas.
Drogas: 

Depressão e sinais de suicídio

Muitos de nós estamos preocupados com o fato de não poder reconhecer alguém com tendências suicidas. De acordo com a severidade da Depressão e/ou Ansiedade, os seguintes pontos são sinais de evolução ao suicídio: Tentativas anteriores de suicídio: Entre 20 e 50 por cento das pessoas que se suicidam tinham tentado suicídio anteriormente. Aqueles que já tentaram suicídio estão em um grupo de risco muito maior de fato.
Drogas: 

Porque a pessoa deprimida não pede ajuda?

Muitas vezes as pessoas não sabem que estão deprimidas, por isso não solicitam ajuda ou não nos dão o direito de ajudar. Adolescentes e adultos compartilham um mesmo problema: muitas vezes não conseguem reconhecer os sintomas da depressão em si próprios ou em outras pessoas. No fundo, [o deprimido] não está muito certo de quem é o que quer ser ou se as escolhas que faz no dia-a-dia são as melhores decisões.
Drogas: 

Tipos de depressão

 

Depressão Reativa – Corresponde a 60% das depressões e surge a partir de situações como perdas (luto, desemprego, aposentadoria...), doença física e uso de drogas ou remédios.

 

Depressão Maior – Desordem grave e não relacionada com situações de estresse. Caracteriza-se, principalmente, por episódios que comprometem a vida normal, como insônia ou excesso de sono, problemas de concentração e perda de apetite. Corresponde a aproximadamente 25% de todas as formas de depressões.

 

Drogas: 

PCP ou "Pó de anjo" (fenciclidina ou peniciclidina)

PCP (FENCICLIDINA OU PENICICLIDINA)

Considerado o mais perigoso dos alucinógenos; droga sintética criada em 1963 com finalidades anestésica e analgésica recebeu o nome de Sernyl®.

Seu uso em seres humanos foi descontinuado em 1965, pois os pacientes freqüentemente se mostravam agitados, delirantes e desorientados enquanto se recuperavam de seus efeitos analgésicos.

Drogas: 

Gravidez e tabaco: A combinação imperfeita

por Cláudia Pinto, em Portugal

Está pensando em engravidar? É fumante? Se responder afirmativamente a ambas as questões, saiba que a decisão de deixar de fumar deve acompanhar o seu planejamento de ser mãe. Conheça os riscos que o tabaco pode provocar na gravidez e pense duas vezes antes de optar por continuar a fazer do tabaco, o companheiro permanente do seu tempo de gestação. Tem certeza que quer arriscar a sua saúde e a do bebê?

Drogas: 

Páginas

 

Compartilhe seu conhecimento:

 

.

...

Importante:

  1. Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e medicamentos.
  2. O(s) autor(es) dos artigos é indicado ao final de cada página.
  3. As informações disponíveis nesta página possuem caráter educativo.

 

Ajuda e informações para tratamento de dependentes e familiares:

  • Abead - Associação de Estudos do Álcool e Outras Drogas - Rua Oscar Freire, 102 - 2º andar - Tel.: 3891-1207 - 3085-4815
  • Amor Exigente - Tel: (11) 5224-1776
  • Associação Promocional Oração e Trabalho - APOT - Tel: (19) 251-5511 ramal 26/ At: Padre Haroldo / Rua. Dr. João Quirino do Nascimento, 1601 - Campinas - SP
  • Central de AA - Tel: (11) 3315-9333 - Av. Senador Queiroz,101, 2º andar / São Paulo-SP
  • Central de Alanon - Tel: (11) 228-7425 e (11)222-2099
  • Central de Narcóticos Anonimos - Tel: 0800 888 62 62 (11) 5594-5657
  • Central de Naranon - Tel: (11) 3311-7226 e 227-8983
  • Cebrid - Centro Brasileiro de Informações sobre drogas Psicotrópicas - Rua Botucatu, 862 - 1º andar - Tel.: 5539-0155 - 5576-4504
  • CODA - Codependentes Anônimos - www.codabrasil.org
  • Comunidade Terapêutica Dr. Bezerra de Menezes - Tel: (11) 4109-6422 / Rua Inácio Pedó 660 / São Bernardo do Campo -SP
  • Outros: www.casadia.org

Telefones de Narcóticos Anonimos
 

AC – Rio Branco(68) 9925-5755
AL – Maceió(82) 8871-0345
AL – Maceió (2)(82) 9980-5839
AM – Benjamin Constant(97) 9167-6147
AM – Manaus(92) 8202-5047
AM – Manaus (2)(92) 9100-8149
AP – Macapá(96) 9976-6548
BA – Itabuna(73) 8865-3744
BA – Itabuna (2)(73) 9119-5850
BA – Jequié(73) 8867-4454
BA – Porto Seguro(73) 9805-5060
BA – Salvador(71) 3484-0999
BA – Salvador (2)(71) 3533-3400
BA – Salvador (3)(71) 8213-1953
BA – Salvador (4)(71) 8213-1953
BA – Vitória da Conquista(77) 8811-2655
CE – Fortaleza(85) 9115-4664
CE – Fortaleza (2)(85) 8535-6628
DF – Brasília(61) 9238-9606
DF – Brasília (2)(61) 9245-9422
ES – Cachoeiro de Itapemirim(28) 9993-0669
ES – Vitória(27) 3084-8508
ES – Vitória (2)(27) 9694-8508 (vivo)
GO – Anápolis(62) 9933-2587
GO – Goiatuba(64) 9236-7444
GO – Goiânia(62) 9618-7735
GO – Itumbiara(64) 9236-7444
MA – São Luiz(98) 9603-3401
MG – Belo Horizonte(31) 9684-3223
MG – Contagem(31) 9442-0698
MG – Divinópolis(37) 9815-5760
MG – Juiz de Fora(32) 9969-1377
MG – Sul de Minas(35) 9804-4907
MG – Triângulo Mineiro(34) 9993-6660
MG – Unaí(38) 9964-4055
MG – Poços de Caldas(35)9132-6076
MS – Campo Grande(67) 8155-2282
MT – Cuiabá(65) 9229-7438
PA – Belém(91) 9632-3163
PA – Belém (2)(91) 8254-6060 op. TIM
PA – Marabá(94) 8135-6757 op. TIM
PA – Marabá (2)(94) 9179-6116 op. VIVO
PB – João Pessoa(83) 8870-6342
PE – Recife(81) 9901-8159 op. TIM
PE – Recife (2)(81) 8771-8779 op. OI
PE – Petrolina(87) 8816-1889
PE – Petrolina (2)(87) 9945-8813
PI – Teresina(86) 9927-6441
PI – Teresina (2)(86) 8858-7001
PR – Cascavel(45) 9932-2324
PR – Curitiba(41) 3329-0005
PR – Norte Paranaense(43) 9997-2872
RJ – Baixada(21) 9286-7990
RJ – Norte Fluminense(22) 9815-8170
RJ – Região dos Lagos(22) 9267-4913
RJ – Região dos Lagos (2)(22) 98102867
RJ – Rio de Janeiro(21) 2533-5015
RJ – Rio de Janeiro (2)(21) 8653-4486
RJ – Sul Fluminense(24) 9211-8202
RN – Mossoró(84)9941-0579
RN – Natal(84) 3620-6669
RS – Caxias do Sul(54) 9122-0060
RO – Porto Velho(69) 9214-8511
RS – Porto Alegre(51) 3333-3550
SC – Florianópolis(48) 9137-1953
SC – Lages(49) 8816-9615
SE – Aracaju(79) 8842-2771
SE – Aracaju (2)(79) 9857-1215
SP – Americana(19) 9145-6544
SP – Amparo(19) 9818-4148
SP – Baixada Santista(13) 3289-8645
SP – Campinas(19) 3255-6688
SP – Itu(11) 7404-1770
SP – Jaú(14) 9719-1135
SP – Jundiaí(11) 9990-5535
SP – Mauá(11) 3852-6655
SP – Piracicaba(19) 3035-2932
SP – Ribeirão Preto(16) 3011-7768
SP – São Paulo(11) 3101-9626
SP – Sorocaba(15) 9793-8553
SP – Vale do Paraíba(12) 9775-6779
TO – Palmas(63) 8444-8589